As 5 maiores tendências de fitness para 2018

Para aqueles que já estão fartos das mesmas rotinas de fitness, tem surgido uma nova série de tendências que te vai trazer aquela “pica” motivacional necessária para as tuas rotinas de exercício do ano de 2018, tal como o “American College of Sports Medicine” (ACSM) publicou no seu jornal de saúde e fitness. Para este estudo, os autores identificaram 40 tendências possíveis para 2018 e perguntaram a mais de 4000 profissionais de fitness para as classificarem de 1 a 10, com 10 a significar que a tendência vai ser provavelmente a maior do ano de 2018.

 

Também distinguiram a diferença entre um moda e uma tendência neste estudo, sendo uma tendência definida como tendo mais poder do que uma moda, que normalmente é vista com mais entusiasmo mas que dura muito menos tempo. Desde Yoga “fora da caixa” aos últimos acessórios de tecnologia, aqui estão as 5 tendências que vão estar em todo o lado em 2018.

H I I T

 

Os fanáticos pelo exercício físico já conhecem e adoram o HIIT, ou exercício de alta intensidade, desde há alguns anos para cá, mas parece que finalmente podemos afirmar que este veio para ficar. Uma sessão normalmente que dura apenas 30 minutos ou menos, mas que requerer pequenos intervalos de exercício de alta intensidade seguidos de um período mais “soft” de recuperação. Por exemplo podes mandar um “sprint” à máxima velocidade durante 15 a 30 segundos e depois andar durante os próximos 45 a 60 segundos. E há uma razão pela qual toda a gente está a adorar: as sessões são curtas e super eficazes especialmente se estiveres a tentar queimar gordura. Contudo muitos dos profissionais na área do fitness, por vezes não gostam de recomendar o HIIT aos seus clientes, pelo facto de ter potencialmente um risco de lesões mais elevado. Para além de ser uma sessão mais curta que o normal, também aumenta aumentar a intensidade do metabolismo e pode ser feito com pouco ou até sem qualquer equipamento.

TREINO DE GRUPO

 

Por vezes, não te apetece nada treinar sozinho num estúdio em silêncio. Por isso é que o ambiente de uma sessão de exercício em grupo, pode ser o ideal para te dar mais motivação para ires treinar. Neste estudo o ACSM define treino de grupo como um grupo com 5 ou mais pessoas orientado por um instrutor. As possibilidades são infinitas: desde “bootcamps”, boxe, “cycling” e remo. este aulas estão direcionadas para te ensinarem algo novo, para te motivarem, e para te ajudarem a atingir os teus objectivos de fitness. Os ginásios, de maneira geral tornam as aulas de grupo mais divertidas e ao mesmo tempo mais competitivas tais como por exemplo o estúdio de “Indoor Cycling” onde basicamente tens que pedalar para ganhar mais pontos e até o “Throw back Fitness” que se assemelha às aulas de educação física que nos obrigavam a fazer quando éramos miúdos.

YOGA COM UM TWIST

 

Desde yoga em cima dum cavalo ao yoga com coelhinhos. O yoga “fora da caixa” teve os seus momentos de glória em 2017, mas ainda existem muito mais maneiras de fazer yoga que não sejam tão estranhas como as referidas à pouco. Porque existem tantos estilos diferentes, o yoga está em constante desenvolvimento, o que faz com que as pessoas não percam o entusiasmo. Se quiseres ver melhores resultados no ginásio com o teu treino de força, também é importante que trabalhes a tua mobilidade, e tornares-te um pouco mais flexível numa aula de Yoga, é uma excelente maneira de o fazeres e claro que alongar, sabe sempre bem. Para além disto, o yoga alivia o stress, melhora a tua saúde mental e cardiovascular. Portanto quer seja yoga aéreo, ou yoga flutuante, está na hora de começares a praticar para além do colchão. 

EXERCÍCIO COM AMIGOS

 

Voltar para o ginásio depois de uma longa ausência, pode ser complicado, mas o facto de teres um amigo que “sofra” contigo, torna tudo muito mais fácil porque se podem motivar um ao outro para treinar com mais intensidade e durante muito mais tempo.

Este ano está previsto que em vez de pegarmos nos nossos amigos e irmos beber um copo depois do trabalho, vamos fazer exercício com eles.

Contudo, isto vai ser mais direcionado para as atividade mais divertidas tais como uma actividade social divertida como escalada, padel, ou até a prática de deporto em equipa, para que te faça sentir mais que estás a desfrutar dum momento social em vez de pensares que estás a fazer qualquer tipo de atividade física.

OBSESSÃO TECNOLÓGICA

A nossa obsessão com a tecnologia veio para ficar. A tecnologia de 2017 incluia reguladores de atividade, "smart watches", monitores de pressão sanguínea, GPS e "smart eye glasses".

Se formos a avaliar, certos aparelhos tais como o Apple Watch e  Fitbit podem melhorar o teu treino e ajudar-te a atingir os teus objetivos. Este tipo de tecnologia está se a desenvolver rapidamente e podemos mesmo concluir que nos próximos anos certos factores como a dieta e boas rotinas de exercício não irão a lado nenhum mas apenas irão sofrer uma evoluição com a tecnologia disponível a dada altura. Por exemplo, em vez das pulseiras de atividade, vão se começar a usar anéis bem mais discretos tais como Motiv, que é a perfeita combinação entre moda e funcionalidade e que pode ser teu por 200€.

 

Fotografias: Exposer Magazine

Fotografias: Getty images