Os mitos sobre a aplicação do retinol esclarecidos

Quando se trata de retinol, ficamos perplexas só com a logística envolvida na utilização deste ingrediente milagroso. Os retinóides (o termo geral para os produtos de retinol) são suficientemente eficazes para melhorar a textura da pele, a pigmentação e a tonicidade em apenas algumas gotas de soro de retinol ou "dollops" de creme. Os efeitos transformadores na nossa pele devem-se a fórmulas muito potentes, que fizeram com que os retinóis ganhassem diversas opiniões - e ainda mais dúvidas. Embora os benefícios sejam muitos, vale a pena sermos cautelosos e estarmos atentos quando se utiliza o retinol. Aliás, com a sua popularidade surgem grandes equívocos e julgamentos - ninguém sabe realmente como lidar com os mitos que o rodeiam.Por isso, pedimos aos peritos da indústria, cujos conselhos quando se trata de activos e de beleza para os tomar, são ouro, para que nos guiassem através dos mitos que precisam de ser quebrados quando se trata deste ingrediente. 

O Mito: O retinol funciona melhor com a pele "madura".

 

A Verdade: O retinol funciona para quase todos os tipos e idades de pele. É um dos ingredientes mais estudados e comprovados para uma série de preocupações e necessidades, desde o anti-envelhecimento ao acne. É um poderoso ingrediente antioxidante e restaurador da pele que a investigação demonstrou poder minimizar visivelmente os sinais de envelhecimento, ajudando realmente a pele a criar células cutâneas mais jovens! Mas também pode melhorar muitas outras necessidades de saúde da pele, incluindo a refinação da textura da pele e a melhoria do tom irregular. A investigação também mostra que pode ajudar a reduzir os surtos de acne. Em geral, o retinol é um excelente ingrediente a considerar para a manutenção e/ou reparação da pele, independentemente da nossa idade.

O Mito: O retinol funciona através da esfoliação da pele.

 A Verdade: Muitas pessoas confundem-se e pensam que o retinol funciona como esfoliante, mas não é assim que funciona. Um dos benefícios mais importantes do retinol é que funciona como ingrediente de comunicação celular. Existem receptores locais nas células da pele para o retinol, por isso quando o retinol é absorvido, diz literalmente às células da pele para reproduzirem células mais jovens e funcionais! A confusão sobre o retinol ser um esfoliante é porque uma pequena percentagem de pessoas apercebe-se de que há uma certa descamação quando começam a usar um produto de retinol, mas descamação não é a mesma coisa que esfoliação. A descamação pode ocorrer através da esfoliação da pele.  Ocorre quando um produto de retinol é demasiado potente para a pele ou quando o aplicamos com demasiada frequência para o nível de tolerância da mesma. Quando tal acontece, devemos mudar para um produto de intensidade inferior e/ou deixar a pele adaptar-se ao aplicarmos o produto de com menos frequência (2-3 vezes por semana em vez de diariamente). 

 

O Mito: O retinol só deve ser utilizado à noite.

 

A Verdade: Este é um daqueles mitos omnipresentes que é completamente falso. A verdade é que é perfeitamente correcto usar o retinol durante o dia. Quando a pele é saudável, o retinol está naturalmente presente na pele mas devido a danos causados pelo sol, poluição e idade, a pele não pode obter tanto quanto necessita do nosso corpo. É muito importante lembrarmo-nos de que todos os ingredientes naturais são sensíveis à luz do dia, por isso para termos a certeza de que os importantes ingredientes bio-activos que a pele necessita durante todo o dia (e toda a noite) são estáveis, deve ser aplicado um protector solar com FPS 30 ou superior como sendo último passo para a nossa rotina de cuidados de pele. A A pesquisa provou claramente que o retinol e outros ingredientes permanecem estáveis sob os produtos com FPS. Em suma, não importa se aplicamos o retinol durante o dia ou durante a noite ou duas vezes, pois funciona sempre de forma igual, dependendo apenas da nossa preferência pessoal e quando optamos pela sua aplicação. 

O Mito: Não posso usar o retinol porque a minha pele é sensível.     

 

A Verdade: As pessoas com pele sensível tendem a evitar o retinol porque se preocupam que seja demasiado forte para o seu tipo de pele. Embora o retinol seja de facto um ingrediente bio-activo potente, se provoca uma reacção em alguém com pele sensível, tal depende da quantidade de retinol que o produto contém. As concentrações mais elevadas de retinol podem ser potencialmente irritantes para as pessoas com pele reactiva, mas os produtos menos forte podem ser utilizados sem quaisquer problemas. Foi demonstrado que o retinol em concentrações tão baixas como 0,01% fornece resultados significativos quando utilizado de forma consistente ao longo do tempo. Se tivermos a pele mais sensível recomenda-se que se comece com um soro de retinol que tenha uma concentração aproximada de 0,1% de retinol. 

 

 

O Mito: Não se deve combinar o retinol com vitamina C.

 

A Verdade: Este é outro daqueles mitos sobre os quais estamos sempre a ler, mas a investigação científica actual prova que isto é um completo disparate. Vários estudos mostram que combinar retinol e vitamina C em conjunto cria de facto um ambiente melhor para o retinol, estabilizando-o e melhorando a sua eficácia durante um período de tempo mais longo. E não só, para além disso, estes dois ingredientes complementam-se mutuamente para proporcionar uma defesa mais forte da pele contra os factores de stress ambiental. Tenham em conta que quando a pele é saudável e jovem, a vitamina C é encontrada naturalmente na pele. A vitamina C encontrada na pele é a nossa principal fonte de protecção antioxidante. Se este mito sobre a vitamina C e o retinol fosse verdadeiro, nunca se poderia usar de todo o retinol porque a vitamina C que se encontra naturalmente na pele seria um problema, mas claro que não é, uma vez que 50 anos de investigação já nos deram bastantes provas do contrário. 

retinol 3.jpg

O Mito: É necessário esperar quatro a seis semanas para que o retinóide funcione.

 

A Verdade: Isso era o que nós desejávamos. Acontece que será o dobro - ou mesmo o triplo - desse tempo, de acordo com os dermatologistas. Muitas fórmulas de venda livre afirmam que verás resultados dentro de semanas, mas leva em média 12 semanas para que o ácido retinóico produza alterações notáveis na pele. Por isso, mantenham-se fiéis a ele durante pelo menos esse tempo, e só assim verão os benefícios.

 

O Mito: Não ponham retinóides à volta dos olhos, que aí a pele é demasiado sensível.

A Verdade: Não só podemos, como deveríamos - é aí que aparece a maior parte dos danos. As investigações demonstraram que as pessoas que aplicam retinóides nesta zona, obtêm os melhores resultados.  E se entrar um bocadinho no olho? Poderá picar um pouco, mas não fará qualquer mal, e a pele não é mais susceptível de ficar vermelha ou escamosa do que em qualquer outra parte do rosto.

 

As Dicas Finais

Se forem iniciantes neste processo do uso do retinol, deverão começar com a menor concentração do mercado e começar a aplicar algumas gotas sobre a pele limpa duas vezes por semana. Depois gradualmente, dia sim dia não. Certifiquem-se de seguir sempre as instruções fornecidas pela marca!

PRODUTOS QUE SÃO TESTADOS E NOS QUAIS SE PODE CONFIAR

 

Desde batom a cremes corporais, estes ou utilizam óleo de palma sustentável ou não utilizam nenhum.

retinol tonic.jpg

Tónico com Retinol da PIXI 100 ml

11.45€ lookfantatsic.pt

The Inkey List Retinol Serum 30ml

 

8.39€ cult beauty.com

ordinary.jpg

The Ordinary

13.89€ deceit.com/pt 

Data da publicação deste artigo - 28/03/2021

Texto: Exposer Magazine 

Fotografia: Shutterstock e marcas