O projecto deslumbrante para a ilha central do novo mega-resort do Mar Vermelho na Arábia Saudita

Já foram revelados os impressionantes planos da ilha central do novo resort que vai ter lugar ao largo da costa da Arábia Saudita que faz parte de um "mega-resort" planeado para o Mar Vermelho, que acabará por se estender por 22 ilhas e seis locais continentais.

Os novos projectos são da conceituada firma de arquitectura Foster + Partners e mostram a sua visão para Shurayrah, a ilha de entrada para o enorme Projecto do Mar Vermelho, que irá incluir 50 novas estâncias quando este estiver concluído em 2030.

 

A Foster + Partners denominou o seu conceito como 'Coral Bloom', uma vez que os aditamentos irão 'melhorar o que já lá se encontra'. E o presidente do Projecto Mar Vermelho, Sua Alteza Real o Príncipe Mohammed bin Salman gosta do que vê, porque deu à Coral Bloom o seu selo oficial de aprovação. Shurayrah será a primeira ilha do Projecto Mar Vermelho a ser desenvolvida, com os planos da Foster + Partners a revelar como serão os hotéis e as instalações de lazer que ali irão ser construídos.

São onze, os hotéis estão planeados no total e a Foster + Partners concebeu-os para se enquadrarem de forma harmoniosa na paisagem. Também foram realizados tendo em mente as preocupações relativas à Covid-19 -por exemplo, não haverão corredores internos.

 

Gerard Evenden, o chefe de estúdio da Foster + Partners, referiu: "A nossa visão para Shurayrah é inspirada pelo estado natural da ilha, com os hotéis concebidos para dar a impressão de que eles se banharam nas praias e se aninharam entre as dunas quase como se de madeira à deriva se tratasse".

John Pagano, CEO da The Red Sea Development Company, disse: "Esperamos que os hóspedes fiquem deslumbrados com o que vêem quando chegarem pela primeira vez ao The Red Sea Project, desfrutando de uma experiência de luxo verdadeiramente imersiva e diferente de tudo que viram até ao momento. Os projetos  do The Coral Bloom, inspirados na incrível flora e fauna encontrada de forma única na Arábia Saudita, prometem tornar essa visão numa realidade. 

A Ilha Shurayrah é a porta de entrada para o The Red Sea Project, pelo que é importante que estabeleça o padrão na arquitectura inovadora e no design sustentável, não só para o nosso destino, mas também ao nível global. Isto é conseguido indo para além da simples protecção do ambiente, ao aplicar uma abordagem regenerativa'. 

Dada a luz verde em 2018, O Projecto Mar Vermelho visa criar um novo destino turístico de ultra-luxo entre as cidades de Umluj e Al Wajh, a cerca de 770 milhas (1.240km) da capital, Riade, e 430 milhas (700km) de Meca.

Situado numa área de 10.810 milhas (28.000 quilómetros quadrados) que engloba um arquipélago, 125 milhas (200 quilómetros) de costa anteriormente intocada, desertos e vulcões adormecidos, o novo destino acabará por ser o lar de 48 hotéis.

O Projecto Mar Vermelho já passou "marcos significativos" e o trabalho está no bom caminho para acolher os primeiros hóspedes em Shurayrah no final de 2022, altura em que um aeroporto internacional também será lançado.

 A frente de lazer, Foster + Partners, fundada por Norman Foster em 1967, acrescentou novas praias e uma nova lagoa à ilha, que tem a forma de um golfinho. Além disso, os esboços mostram também planos para uma nova piscina em pleno mar bem instagramável.

A firma acrescentou que a ausência de edifícios altos "assegurará que as vistas espectaculares permaneçam desinibidas, criando ao mesmo tempo uma sensação de mistério para os hóspedes à medida que a ilha se vai lentamente revelando". 

O turismo regenerativo está também no centro dos planos da Foster + Partners para Shurayrah e da The Red Sea Development Company para as ambições mais vastas do destino como um todo.

Data da publicação deste artigo - 21/02/2021

Texto: Exposer Magazine 

Fotografia: Redsea Development / Foster & Partners