As 10 plantas mais seguras para animais de estimação curiosos e as 10 mais tóxicas a evitar

Embora pareçam inofensivas, as plantas podem ser perigosas para os nossos animais de estimação.

As plantas de interior não só fazem os nossos interiores parecer bonitos, mas muitas também actuam como purificadores de ar naturais. Mas spar quem tem animais de estimação é importante saber que algumas delas poderão ser prejudiciais para os nossos amigos e curiosos felpudos. É por isso que deve escolher plantas que não sejam tóxicas e amigas dos animais de estimação. 

E por que razão é que os gatos e os cães comem plantas de casa? Algumas pessoas acreditam que o fazem para acalmar um estômago perturbado ou ajudar a processar bolas de pêlo, enquanto outras pensam que os animais de estimação estão a tentar remediar uma deficiência nutricional. Os gatos e os cães também poderão mastigar plantas domésticas durante as sessões de brincadeira, atacando as plantas como se fossem um brinquedo. Poderá ser difícil manter uma planta doméstica longe de um animal de estimação que a esteja determinado a mastigar, por isso cabe-nos a nós assegurar que quaisquer plantas que tenhamos em casa sejam seguras e não tóxicas para gatos e cães. À excepção de algumas plantas comestíveis tais como a erva gateira, será sempre melhor manter as plantas domésticas fora do alcance de qualquer animal de estimação. Ainda assim as plantas que nós referimos em baixo como sendo seguras são seguras, são as mais recomendadas pela Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade para com os Animais (ASPCA) como sendo não tóxicas para gatos e cães.

Embora seja útil sabermos quais as plantas domésticas que são mais seguras para os gatos e os cães, também será muito importante estar ciente das plantas domésticas que lhes são prejudiciais, pelo que fizémos uma seleção para cada uma das situações. Ainda assim, é importante que façam  também a vossa pesquisa antes de comprarem qualquer planta doméstica, ser forem os priviligiados donos de um animal de estimação. Feliz leitura!

pet1.jpg

Plantas de casa seguras para os nossos animais de estimação

Palmeira Areca 

areca palm.jpg

Também conhecida como a palma da borboleta, a Dypsis lutescens faz qualquer interior sentir-se como se fosse um pedaço dos trópicos. Por vezes, as frondes de palma podem desencadear os instintos lúdicos de um gato, pelo que é reconfortante saber que a palmeira areca não é tóxica para nem para os gatos nem para os cães. Coloquem-ma numa sala bem iluminada e deixem a terra secar entre as regas.

Feto de Boston

Os fetos de Boston (Nephrolepis) são uma das planta doméstica de eleição de muitos e mesmo que as suas frondes desgrenhadas possam tentar os cães e gatos a mastigá-las, a sua folhagem não é tóxica. Por isso poderão dar mais alegria ao vosso quarto de hóspedes ou casa de banho com estas plantas exuberantes. Os fetos de Boston preferem a humidade e muita luz brilhante e indirecta.

Bromeliáceas

bromeliads-1.jpg

As folhas duras e tenazes da bromélias e as curiosas flores em forma de cone tornam as plantas de bromélias (Bromeliaceae) como uma das favoritas como plantas de casa. Estas plantas que são seguras para animais, também são igualmente fáceis de manter, necessitando apenas de uma janela com uma boa iluminação e de um ambiente húmido. Muitas das bromélias crescerão como epífitas sem solo presas a um tronco, tornando-as ainda mais favoráveis para os gatos que gostam de cavar a terra dos vaso.

Palma de Cauda de Pónei

É raro o gato que negue a si próprio uma bela esfrega nas sedutoras folhas da palma do rabo de cavalo (Beaucarnea recurvata)!

Também conhecida como Pé de Elefante ou Beaucarnea recurvata, esta planta é originária das regiões mais secas do México e do sul dos Estados Unidos. É conhecida pelo seu tronco bulboso onde armazena água, o que significa que não temos de a regar frequentemente. Deve existir luz suficiente para a planta se alimentar e atingir a sua altura máxima que é aproximadamente de um metro e meio.

Planta de Waffle Púrpura

As folhas texturizadas da planta de waffle púrpura (Hemigraphis 'Exotica') oferecem são perfeitas para todas as estações do ano. A luz brilhante indirecta ajudará a manter a sua coloração púrpura sem descolorar as folhas. As plantas de waffle púrpura são conhecidas como sendo óptimas purificadoras do ar, mantendo o ambiente saudável tanto para nós como para o nosso  animal de estimação.

Gloxinia

As plantas Sinningia speciosa são plantas muito apreciadas como presentes. Se receberem uma destas lindas flores, não precisam de se preocupar com o facto de poder prejudicar o seu gato ou cão. É 100% segura. Este planta nativa do Brasil necessita de luz indirecta e humidade constante para se desenvolver.

Violetas Africanas

As violetas africanas (Saintpaulia) são uma das plantas de flor mais populares devido à sua capacidade de florescer com pouca luz e à sua afinidade com as mesmas condições ambientais que as pessoas gostam: temperaturas moderadas e humidade média. Optem por uma mistura sem terra e utilizem um fertilizante equilibrado para melhorar a vivacidade das violetas africanas.

Bananeira Musa

As grandes plantas domésticas como o figo chorão são com certeza uma uma afirmação ousada em casa, mas na realidade são tóxicas para cães e gatos. No entanto, a bananeira (Musa) é uma planta que também acrescenta  um toque mais dramático às nossas casas e que ao mesmo tempo é segura para todos os animais de estimação. Um solo rico, luz forte, e rega regular são o habitat perfeito para a da bananeira.

Orquídea

Se também têm uma paixão por orquídeas (Orchidaceae), podem seguramente adicioná-las à vossa lista de plantas seguras para animais. Muitas orquídeas florescem durante semanas no Inverno, quando os dias são curtos, prosperando em condições de luz parcial. Se optarem pela orquídea Phalaenopsis, a planta é um género constituído por cerca de setenta espécies diferentes de orquídeas encontradas na Ásia e na Austrália. É também conhecida como a orquídea traça devido ao aspecto das suas flores, que são de cores vivas e geralmente vêm em tons de púrpura e branco. Embora estejam entre as mais resistentes, estas orquídeas necessitam de uma humidade elevada - o que significa que tem de ser regularmente pulverizada. As condições de alta temperatura e baixa luminosidade são, de resto, as mais adequadas para a planta.

Planta da amizade

Nativa do México, América Central e do Sul, esta é um tipo de planta de arrasto. Pode ser guardada num recipiente de vidro, como um espécime de terrário, o que significa que o seu animal de estimação nem sequer terá hipótese de mordiscar a planta. Também conhecida como Pilea involucrata, as suas folhas têm um padrão intricado verde brilhante nas bordas e são macias ao toque. Embora possa sobreviver com pouca luz, uma luz mais forte é a mais adequada para ela, juntamente com condições quentes e húmidas.

Plantas de casa tóxicas para os nossos animais de estimação

Palmeira Sagu

Esta requintada palmeira sagu é uma das favoritas dos paisagistas. Normalmente, os animais de estimação não a acham atraente, mas se o seu animal de estimação for a excepção à regra e tiver tendência para morder ou mastigar qualquer coisa, então esta planta pode ser perigosa. Contém uma toxina chamada cycasin, que é conhecida por causar danos no fígado.

Strelitzia (Ave do Paraíso)

A strelitzia, que também é conhcecida como a "ave do paraíso" é uma planta ornamental extraordinária nativa da África do Sul.

É também cultivada como uma planta de interior e para flores cortadas, mas vem na nossa lista de plantas domésticas tóxicas para animais de estimação, pois contém Cianeto de Hidrogénio (ácido prússico), que foi utilizado pelo Iraque na guerra contra o Irão e tmbém durante a Segunda Guerra Mundial, como uma forma de cianeto de hidrogénio (Zyklon B) que era utilizada nas câmaras de gás nazis.

 Lírio de Kafir

O lírio de Kafir é uma planta requintada com folhas suculentas e flores cor-de-laranja. Não é um lírio verdadeiro e pode ser cultivado como uma planta doméstica. A sua ingestão pode causar insuficiência renal em gatos; é também uma das plantas mais tóxicas para os cães. Infelizmente, a maioria dos lírios é venenosa para animais de estimação.

Rosa do Deserto (Adenium)

Uma bela suculenta que pertence à família do oleandro originária da África Oriental. É geralmente cultivada como planta ornamental e pode ser cultivada em vasos. Mas o adenium é uma das plantas venenosas para animais de estimação. Pode causar vómitos, diarreia, anorexia, depressão, batimentos cardíacos irregulares, e até a morte (se ingerida em maior quantidade).

Flor Gloriosa (Gloriosa superba)

Uma bela planta ornamental, cujas flores parecem uma chama. Também pode ser cultivada como planta doméstica e é particularmente usada como planta medicinal por ter uma variedade de usos. Para além de todos estes factos, é útil saber que, tal como a maioria dos lírios, a flor gloriosa vem na lista de plantas tóxicas para animais de estimação. Todas as suas partes são venenosas, mas principalmente os seus tubérculos. Infelizmente, a ingestão desta planta tem causado muitas mortes acidentais.

Oleandro

O Nerium oleander é uma planta ornamental popular devido à sua beleza e tolerância ao solo pobre e seco, mas infelizmente é muito tóxica para muitas espécies de animais.

Brunfelsia

A Brunfelsia, cujos outros nomes populares são manacá de jardim e romeu & julieta, contém uma toxina estimulante chamada de brunfelsamidina e outro agente tóxico chamado hopeanina, que é um depressor.

Dieffenbachia 

Vulgarmente conhecidas como as "plantas comigo ninguém pode", as difenbachia são maravilhosamente diversificadas com padrões verdes e brancos em todas as suas grandes folhas. Apesar das suas vantagens, as difenbachias são venenosas se ingeridas. Provocam irritação e inchaço à volta da boca dos animais de estimação, juntamente com algum vómito e muita dor, porque estão incrustadas com pequenos cristais chamados oxalato de cálcio. Embora não sejam mortais, as difenbachias podem realmente causar-vos a vós e ao vosso animal de estimação muita dor. Se optarem por manter estas plantas nas vossas casas, certifiquem-se de que as mantêm bem afastadas do vosso animal de estimação.

Ciclamen

Este género de plantas tropicais de cores brilhantes floresce em exposições vibrantes; os lados superior e inferior das suas folhas são de cores diferentes, e as suas flores geralmente rosa e púrpura são bastante adoráveis.

As flores e raízes de ciclamens crescem a partir de tubérculos, na sua maioria de forma esférica, e são estes tubérculos que tornam as plantas de ciclamens perigosas para os animais de estimação. Se um cão ou gato comer parte destes tubérculos, poderão vir a ter problemas digestivos como vómitos ou diarreia. Em grandes quantidades, são especialmente perigosas: podem mesmo causar convulsões fatais.

Planta de Aloé 

O Aloé, que tem muitos usos medicinais positivos, pode paradoxalmente ser bastante tóxico se os nossos animais de estimação o ingerirem. Os extractos do aloé são tipicamente utilizados para combater a irritação ou curar tecido ferido. Este pequeno suculento, com as suas folhas serrilhadas e cheiro característico, faz também uma óptima planta doméstica ornamental. Contudo, as propriedades curativas do aloé não são correspondidas pelos nossos pobres animais de estimação que ao consumirem aloé podem vir  ter problemas de estômago e vómitos.

Data da publicação deste artigo - 10/04/2021

Texto: Exposer Magazine 

Fotografia: Fotólia