Os vários rituais da celebração do chá pelo mundo fora

tea1.jpeg

Portugal é conhecido pelo seu amor ao café, enquanto que o chá fica muitas vezes em segundo plano, mas lembrem-se que uma chávena de chá não é apenas uma bebida: É um pedaço da história do próprio mundo. Antes do aço, antes do petróleo, antes dos carros ou armas ou da Coca-Cola, havia chá. A esse respeito, apelamos a todos os apreciadores de chá! Este é para vocês.

Talvez nenhuma cultura na terra adore tanto os rituais como os japoneses. Ali, as coisas que nós no Ocidente consideramos esquecíveis, mesmo mundanas, como por exemplo, a chegada da lua cheia, o florescimento das primeiras flores da Primavera, a mudança das folhas de verde para dourado, são motivo de celebração e memorialização. Por isso, não é de admirar que a bebida de uma chávena de chá deva ser tratada com a mesma formalidade e elegância. Em vez de folhas de chá secas em água a ferver, a matcha, vinda do Japão, é criada moendo folhas de chá verdes jovens num pó verde brilhante. Embora a matcha seja conhecida pelos seus fortes níveis de cafeína, o ritual de preparação da bebida é respeitado como uma técnica calmante e coreográfica. A cerimónia do chá japonês chama-se "chanoyu" e o matcha é apreciado com iguarias doces japonesas que equilibram o nosso paladar com o sabor amargo da bebida.

tea2.jpeg

Rooibos é uma erva sem cafeína, originária da região de Cederberg na África do Sul. Tem sido colhida e fabricada na região montanhosa desde há centenas de anos para cá. Na realidade, a África do Sul é o único país do mundo que produz rooibos. Uma vez preparado, o chá é de cor vermelha e tem um sabor amargo, semelhante ao da erva-mate. É também conhecido como chá vermelho ou chá de arbusto vermelho.

tea3.jpeg

O chá de bolhas ou o "bubble tea", também conhecido como boba ou chá de pérola negra, é uma bebida popular de chá gelado de Taiwan. Foi criada no final da década de 1980, quando o chá de leite já era comum nos países asiáticos. O chá de bolhas combina uma base de chá de leite, adoçante, e "bolhas", que são pequenas bolas feitas de tapioca ou geleia de fruta. O chá de bolhas é feito misturando e agitando a base de chá gelado com leite para produzir uma textura rica e sedosa. As bolhas de ar criadas pela agitação intensa são um elemento essencial da bebida.

tea4.jpeg

Em Marrocos, o "atai", o processo de fabrico de chá, é uma tradição cerimoniosa que simboliza a amizade, a hospitalidade e um nível de reconforto para com os nossos convidados. O chá em si é uma combinação de chá verde em pó chines e muita menta seca ou fresca, com açúcar a gosto. É servido com uma certa altura acima do copo, um gesto belo e elaborado, mas também que areja o chá, tornando-o mais saboroso e libertando o seu aroma por toda a sala. O ritual de servir o chá quente de uma grande altura é um sinal impressionante de experiência do anfitrião que o performa.

tea5.jpeg

Podem não o ter descoberto, mas ninguém (excepto os chineses) gosta mais de chá do que os britânicos. As duas maiores contribuições do Reino Unido para o chá são, de facto, relativamente recentes. A primeira, o Earl Grey, é uma mistura de chá preto com uma nota floral distinta do óleo de bergamota - e mais tarde surgiu o 2º Earl Grey nos anos 1830, que começou a ser servido com pequenas sanduíches e bolos à hora do chá entre as 16 e as 19 horas. O 2º chá inglês é o chá preto ou o "breakfast tea" como eles se referem que se destina a acompanhar o típico pequeno-almoço inglês rico em proteína. Este chá preto é como o servido tipicamente na China, Índia, Quénia, ou Sri Lanka. Prepara-se, mergulhando o seu saco de chá durante três a cinco minutos em água a ferver e termina com um pequeno toque de leite e uma colher de açúcar.

tea7.jpeg

“Chai" em hindi significa chá. Masala chai é um chá condimentado originário da Índia, e combina chá preto geralmente "Assam" com especiarias aromáticas como cardamomo, canela, cravo-da-índia moído, gengibre moído, pimenta preta e noz-moscada. É muitas vezes lentamente preparado para se tornar rico e cremoso e adoçado com mel ou jaggery. 

Tradicionalmente, o leite utilizado para fazer masala chai vem do búfalos de água. A bebida tornou-se muito popular e é melhor apreciada com petiscos. Quase todos os bairros da Índia têm o seu próprio chai wallah que faz a sua versão própria de chai.

tea8.png

"Cha yen" é uma bebida doce de cor brilhante e que começa com uma base forte de chá preto. É um alimento básico da cultura alimentar tailandesa de rua. As folhas de chá são fabricadas utilizando um filtro de meia numa grande panela de água. Quando o chá é de cor escura e arrefecido, é servido sobre gelo picado com leite condensado adocicado. O sabor doce do "cha yen" é normalmente utilizado para equilibrar os sabores picantes da cozinha tailandesa.

tea9.jpeg

A China continua a ser o maior produtor de chá do planeta, e onde é mais provável que vos seja servido chá do que água. As ofertas lá são extraordinariamente variadas: Diferentes regiões produzem chá preto, oolong, amarelo, branco, verde, ou pu'er. “Pu'er" é o local de nascimento do chá que cresce há milhares de anos na província de Yunnan, no sudoeste da China, onde as árvores de chá são adoradas. Este chá é lendário. É feito a partir das folhas de uma árvore conhecida como a "árvore velha selvagem" e é fermentado em qualquer lugar desde semanas a décadas. Isto significa que o pu'er pode custar uma verdadeira fortuna. O chá é tipicamente vendido como bolos comprimidos. Tal como um  bom vinho refinado, o pu'er também é melhor apreciado lentamente em pequenos goles.

tea10.jpeg

Data da publicação deste artigo - 20/01/2022

Texto: Exposer Magazine 

Fotografia: Fotólia