Será que estão apaixonados por um Narcisista?

Se namoram com um narcisista, é bem possível que ele ou ela olhe para vocês todos os dias e pense, mas porque diabo é que eu vos escolhi.

O distúrbio de personalidade narcisista (NPD) é uma condição mental em que as pessoas têm uma sensação exagerada da sua própria importância, e uma profunda necessidade de atenção e de admiração e uma falta de empatia para com os outros. Mas por que razão é que alguém se sentiria atraído por alguém com características tão terríveis?

Porque, tal como outros abusadores, eles são bons a disfarçar o seu verdadeiro "eu" no início. Os narcisistas são muitas vezes especiais ou excepcionais de alguma forma - mais bonitos do que a maioria, mais talentosos, inteligentes e carismáticos. O seu encanto arrasta-nos para dentro de si, e a sua constante destruição à nossa auto-estima mantém-nos lá.

A vossa relação é perturbada, tóxica e profundamente insatisfatória? A Exposer investiga como podemos definir se a nossa cara metade é ou não um narcisista .

narc5.jpeg

Os narcisistas são atraentes por uma boa razão: são encantadores, convincentes e não hesitam em elogiar. Quando se aperceberem do quão tóxico um narcisista pode ser, é provável que já seja tarde demais e que já tenham desenvolvido sentimentos por ele ou ela.

É claro que nem todas as pessoas com quem namoramos e que são vagamente egocêntricas, têm um distúrbio de personalidade narcisista (NPD). É importante referir que o narcisismo existe num espectro, afirma o Dr. Craig Malkin, um instrutor de psicologia da Universidade de Harvard e o autor da obra "Repensar o Narcisismo: The Bad and Surprising Good ,About Feeling Special."

Nem todos os narcisistas têm NPD, afirma Malkin. Narcisista é apenas um rótulo que indica que alguém pontua bem acima da média em medidas de narcisismo. Têm características elevadas, mas podem ou não ter a desordem. O termo narcisismo é muitas vezes atirado ao ar, mas pode ser difícil de se identificar se estão realmente a namorar ou não com um narcisista. A definição formal de um narcisista, é a de uma pessoa que muitas vezes carece de empatia, age com direito, é arrogante, e que pensa que está acima de tudo e de todos. Isto pode ter impacto em todos os aspectos das vossas vidas, incluindo a vossa gestão de dinheiro, carreira e, acima de tudo, as vossas relações.

Mas quando se é sujeito ao afecto de um narcisista, esses traços podem não ser assim tão claros. Os narcisistas enchem tipicamente os seus parceiros de amor, de formas que tornam difícil processar esse sentimento subtil de serem subvalorizados e ignorados. Aqueles com desordem de personalidade narcisista acreditam que são superiores aos outros e têm pouca consideração pelos sentimentos dos outros. Mas por detrás desta máscara de ultra-confiança encontra-se uma auto-estima frágil, e muito vulnerável à mais pequena crítica.

Vivemos num mundo cada vez mais narcisista. As estatísticas e a ciência apontam nesta direcção. A mentalidade de "olhar para mim", frequentemente promovida por redes sociais como o Facebook, tem pessoas positivamente enamoradas com a imagem que apresentam ao mundo. Além disso, podemos agora estar a ver os efeitos negativos do movimento de auto-estima numa escala ainda maior. Então, como é que este aumento do narcisismo afecta as nossas relações pessoais? É que por um lado, mais narcisismo significa mais relações narcisistas.

O Professor Brad Bushman, da Universidade Estatal de Ohio, explicou-o sem rodeios, quando disse: "Os narcisistas são muito maus parceiros de relacionamento". Estudos mostram que numa relação narcisista, o seu parceiro tem mais probabilidades de se envolver em comportamentos manipuladores ou de jogos e tem menos probabilidades de se comprometer a longo prazo.

Muitas pessoas que têm NPD não procuram tratamento e, portanto, nunca são diagnosticadas. Estudos mostram que os homens são mais propensos a serem narcisistas. Cerca de 75% dos indivíduos diagnosticados com NPD são homens. Embora quase todos tenham alguns traços egocêntricos ou narcisistas, a maioria das pessoas não preenchem os critérios para ter um distúrbio de personalidade. Existe, contudo, uma parte crescente da população que apresenta um maior número de traços tóxicos e narcisistas, que estão a ter um efeito adverso nas suas vidas e nas vidas das pessoas que lhes são próximas, mesmo que não cumpram o diagnóstico clínico da NPD. A formação de vínculos com indivíduos que exibem estes traços negativos causa frequentemente angústia semelhante à de uma relação narcisista diagnosticável.

QUAIS SÃO OS DIFERENTES TIPOS DE NARCISISMO

 

Embora todos os narcisistas sejam susceptíveis de mostrar certos comportamentos, nem todos os narcisistas são os mesmos. De facto, existem dois tipos diferentes de narcisismo, o Narcisismo Grandioso e o Narcisismo Vulnerável. Estes tipos de narcisismo provêm de diferentes experiências da primeira infância para diferentes comportamentos numa relação.

Os narcisistas grandiosos apresentam altos níveis de grandiosidade, agressão e dominância. Tendem a ser mais confiantes e menos sensíveis. São frequentemente elitistas e não têm qualquer problema em dizer a todos o quão grandes são. Normalmente os narcisistas grandiosos eram tratados como se fossem superiores na sua primeira infância e movem-se ao longo da vida esperando que este tipo de tratamento continue. Nas relações, os narcisistas grandiosos são mais susceptíveis de se envolverem abertamente na infidelidade ou deixarem abruptamente os seus parceiros, se sentirem que não estão a receber o tratamento especial a que pensam ter direito.

Os narcisistas vulneráveis, por outro lado, são muito mais sensíveis do ponto de vista emocional. Eles têm aquilo que Malik descreve como uma "grandiosidade frágil", em que o seu narcisismo serve como fachada protegendo sentimentos mais profundos de inadequação e incompetência. Os narcisistas vulneráveis oscilam entre os sentimento de superioridade e de inferioridade. Sentem-se frequentemente vitimizados ou ansiosos quando não são tratados como se fossem especiais. Este tipo de narcisismo desenvolve-se normalmente na primeira infância como um mecanismo para lidar com abusos ou negligências. Nas relações, os narcisistas vulneráveis preocupam-se frequentemente com a forma como os seus parceiros os vêem. Podem ser muito possessivos, invejosos e paranóicos ao pensarem constantemente que os seus parceiros possam terem namoriscos ou até um caso extra-conjugal.

De seguida, Malkin e muitos outros especialistas vão nos esclarecer acerca dos sinais indicadores de que se está numa relação com um narcisista.

narca.jpeg

NO INÍCIO, COMEÇAM POR BOMBARDEAR O PARCEIRO DE AMOR

 

Os narcisistas são muito, muito bons a accionar o charme quando conhecem alguém pela primeira vez. No que lhes diz respeito, têm o aspecto de uma jovem Elizabeth Taylor e a sagacidade de mil Tina Feys. Mas não se habituem a esses elogios ou aos jantares caros a que vos convidam - não é provável que dure, afirma o Dr. Ramani Durvasula, um psicólogo clínico licenciado e especialista em narcisismo. Logo no primeiro encontro, eles vão encher-vos de elogios. Eles nunca conheceram ninguém como vocês. Têm o melhor cabelo. O melhor sorriso. Com o passar das semanas, dirão que nunca se sentiram daquela forma, e dir-vos-ão que vos amam em poucos dias, afirma Durvasula. Acrescenta ainda que, se alguém se oferecer de forma intensa e demasiado cedo, nunca é um bom sinal, mas sejam especialmente cautelosos se no meio disto tudo se aperceberem de um alto nível de egocentrismo. A este comportamento chama-se bombardeamento amoroso. É uma táctica de manipulação, mas com um narcisista, a exibição asfixiante e arrasadora não tem nada a ver convosco. Vocês apenas lhe fornecem o que o narcisista pretende na altura (sexo, dinheiro, estatuto, juventude). Assim que o narcisista o tenha - tal como uma criança com um brinquedo - eles desinteressam-se muito rapidamente, e o ciclo de desvalorização acontece, e aí sim depois torna-se oficialmente tóxico.

 

DEPOIS EXAGERAM QUANDO OS DESILUDEM

 

 Até poderiam ter ido ao fim do mundo para o satisfazer, desde lhe comprar o seu perfume preferido como presente de aniversário, ou levá-lo a jantar fora num restaurante de topo. Mas, nada disso vai ser apreciado. O restaurante não era suficientemente especial. Não gastaram o suficiente com o presente. As palavras de amor que escreveram no cartão de aniversário eram patéticas. Eles começam a transformar-se em alguém que vocês não reconhecessem.

Este é normalmente o primeiro sinal de perigo: quando esta nova pessoa especial nas vossas vidas de repente revela um lado negro. A divertida "bolha da felicidade" começa-se a romper pelas coisas mais banais. Ou transforma-se numa pessoa fria e impiedosa que não demonstra qualquer emoção.

Devem avaliar como é que o narcisista gere o stress e a desilusão, como é que trata as outras pessoas, como é que fala das outras pessoas, se presta atenção quando vocês ou outros falam, se é sensível quando lhe fazem um comentário despropositado e que o entenda como um insulto, se é sempre melhor que os outros, e se ele se zanga quando não leva a sua avante, declara Durvasula. 

 

 

NÃO CONSEGUEM ADMITIR QUANDO ESTÃO ERRADOS

 

Há uma maneira certa e uma maneira errada de fazer as coisas: Naturalmente, o caminho certo é sempre o caminho do narcisista e o caminho errado por defeito será sempre o vosso, confirma Michele Gilbert, autora de "Ajuda! Estou apaixonada por um narcisista." E o pior é que mesmo se tentarem seguir as ordens que ele vos dá todas à risca, ainda assim o estarão a fazer sempre alguma coisa de forma errada. Tendem a dar-vos uma "descasca" publicamente ou a qualquer outra pessoa que se atreva a fazer algo que não lhes agrada precisamente. Da maneira como o vêem, vocês não se limitam a cometer um erro: cometem uma atrocidade e são acusados de serem estúpidos ou incompetentes.

Se eles vos colocarem na posição de se defenderem, não tentem sequer explicar. Nunca conseguirão que um narcisista veja o vosso ponto de vista ou que admita que esteja errado, acrescenta Gilbert.

As pessoas com NPD quebram constantemente promessas, são notoriamente pouco fiáveis, e quebram frequentemente as regras. Quarentena? Mas qual quarentena? Isso só se aplica às outras pessoas, não a elas. Outra característica chave: depreciação. Nada do que vocês fizerem ou disserem será suficientemente bom. A comida que comem, as roupas que vestem, os amigos que têm, as coisas que observam - eles vão implicar sempre com tudo. Os narcisistas deitar os outros abaixo para se sentirem superiores.

Poderão ver-vos cada vez mais controlados, isolados das coisas que vos importam, a duvidarem de vocês próprios e, a andar sobre cascas de ovos - tudo isto caracteriza a relação narcisista", disse Durvasula. 

Mas se falarmos do seu tratamento injusto, um narcisista irá provavelmente fazer com que o seu olhar se torne mais leve - uma táctica de manipulação utilizada para fazer alguém questionar a sua percepção da verdade e da realidade. Podem dizer-vos que se estão a lembrar mal daquela discussão feia em que vos chamaram nomes, que compreenderam mal os limites claramente verbalizados por vós, ou justificam o seu comportamento por factores externos tais como o stress ou o traumatismo infantil. 

narcc.jpeg

TÊM INVEJA DAS VOSSAS RELAÇÕES COM OS OUTROS

 

Inicialmente, os narcisistas podem dizer-vos que admiram as estreitas relações que vocês têm com a família e amigos. Mas logo se seguem críticas a essas mesmas pessoas, disse a psicóloga clínica Margaret Rutherford. O vosso parceiro poderá isolar-vos dos vossos amigos, dizer-vos quando é que podem sair, e mesmo o que vestir de acordo com o que eles querem. Qualquer desacordo de opinião pode transformar-se numa discussão completa, porque eles são e estarão sempre acima de tudo.

Mais uma vez, trata-se de controlo, afirma Rutherford, acrescentando que a motivação é normalmente dupla: ele ou ela pode ter inveja das vossas relações com os outros ou querer-vos mais para eles próprios. E apenas pela sua própria natureza, o narcisista é exigente. Eles querem sentir-se em controlo total sobre a sua cara metade e esta é apenas mais uma forma de o fazer.

 

A SUA EMPATIA TEM SEMPRE UMA RAZÃO POR DETRÁS

 

Ao contrário da crença popular, a maioria das pessoas do espectro narcisista não tem uma completa falta de empatia para com os outros. É que estão demasiado ocupadas com as suas próprias preocupações, necessidades e receios para o demonstrarem, disse Rutherford. Quando o exprimem, há normalmente alguma motivação ulterior para o fazer.

Se estão motivados, digamos pela necessidade de vos levar para a cama com eles, podem ser ouvintes surpreendentes e o seu cuidado é genuíno, mas só acontece quando há alguma forma de "pagamento" à vista. Se a sua empatia parece ir e vir, dependendo do que lhes é oferecido, então tenham cuidado.

 

AS CONVERSAS SÃO UNIDIRECCIONAIS

 

Boa sorte em conseguir sequer proferir uma palavra enquanto se conversa com um narcisista. Dominar a conversa, mesmo quando o tema se relaciona inteiramente com vocês, é uma característica distintiva do narcisista. Pode fingir que tem interesse nos vossos passatempos, mas no fundo, mal consegue esperar para se apropriar mais uma vez da conversa e oferecer a sua opinião superior.

O seu interesse é sempre de curta duração, afirma Gilbert. Com o tempo, notarão que cada tópico é habilmente transformado numa oportunidade para o narcisista se gabar ou se vangloriar do seu tópico favorito: o próprio narcisista! Uma simples conversa sobre o vosso novo carro irá provavelmente transformar-se numa oportunidade para ele falar sobre o espetacular carro desportivo que vai importar da Alemanha, por exemplo.

 

 

ELE VAI FAZER DE TUDO PARA QUE NÃO O DEIXEM

 

Ele não se importa, nem vai notar se te fores embora, certo?

Errado. Ninguém gosta de ser abandonado, mas os narcisista leva a rejeição ainda mais a peito. VOCÊS estão a abandoná-lo? Isso não pode estar certo!

É por isso que ele vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance para vos impedir. Aquela pessoa que inicialmente era tão encantadora, lembram-se? Que dizia todas as coisas certas, que vos convencia de que realmente vos valorizava. E a verde é que funciona... durante algum tempo. Até o ciclo tóxico recomeçar mais uma vez, aliás se a vossa relação está em baixo, e depois é reatada vezes sem conta, esta pode ser uma das razões.

"E se ele pensar que você está mesmo a falar a sério e que a relação realmente acabou, então aí é que vai ser "luvas fora". Pensavam que ele já era mau? É que ainda não viram nada!" afirma Malkin.

Ele vai falar mal de si aos vossos amigos. Vai vos lançar farpas nas redes sociais. Começa a espalhar rumores desagradáveis. Vai tentar namorar com a vossa melhor amiga. Tudo para vos fazer parecer mal e para recuperar a sua 'reputação' de ser alguém com quem todos querem estar.

narc1.jpeg

TÊM UMA APARÊNCIA ACIMA DA MÉDIA

 

Podem admiti-lo: o estilo e a boa aparência do narcisista pode ter sido uma das primeiras coisas que vos atraiu. Mas a necessidade de ser bem parecido não é uma vaidade saudável no que diz respeito ao narcisista; é apenas mais uma forma de ganhar aquela adoração que lhes dá uma razão de viver, disse Malkin.

Lamento dizer-vos, mas se o vosso parceiro se veste sempre de forma impecável e irrepreensível, é provável que seja mais narcisista do que a maioria de nós ou pior, afirma ele. Os narcisistas "manipuladores e calculistas" não são precisamente mais bonitos desde o seu nascimento, mas são realmente bons a cuidarem-se de eles próprios e assim conseguirem uma aparência charmosa que "vira" cabeças.

 

FAZ-VOS ARRANJAR SEMPRE DESCULPAS PARA O SEU COMPORTAMENTO

 

Se derem com vocês próprios a defender o comportamento do vosso parceiro, toxicidade e, em alguns casos, abuso, é provável que estejam a namorar com um narcisista. Durvasula refere que se disserem coisas como "vai melhorar" ou se culparem o comportamento do vosso parceiro pelo stress, uma "infância difícil", ou se disserem que "não foi isso que ele realmente quis dizer", tudo isto são sinais perigosos.

Estas são relações em que muitas vezes se sentem de cabeça baixa e confusos, e que muitas vezes estão a dar desculpas e racionalizações para a relação", afirma Durvasula .Toda a toxicidade e poderá deixar-vos a sentirem-se ocos e sem uma sentido de vocês próprios na relação. 

Isto poderá deixar-vos confusos, cheios de dúvidas, ansiosos, auto-culpados, e até com outros humores negativos, incluindo apatia, depressão, um sentimento de desespero, impotência, isolamento social crescente e até mesmo um sentimento de vergonha.

 

SERÁ QUE UM NARCISISTA SE PODE APAIXONAR?

 

Certamente que não da forma como o resto de nós o quer dizer. As pessoas com NPD de alta pontuação não têm a capacidade de experimentar e mostrar amor porque não conseguem apreciar os sentimentos das outras pessoas. As relações narcisistas tendem a ser muito desafiantes, uma vez que os parceiros têm geralmente dificuldade em amar realmente outra pessoa, porque não se amam verdadeiramente a si próprios. Só se preocupam consigo em relação à forma como isso os afecta - a única felicidade que importa é a sua própria felicidade.

Usarão as palavras "amo-te" mas o que realmente querem dizer é "adoro como me fazes sentir especial", "adoro ver o quanto me amas" ou "preciso de algo de ti e dizer que é assim que o vou conseguir". A sua atractividade para eles depende se os puder ajudar a realizar o seu sonho de serem universalmente admirados. Se vocês forem bem-parecidos, irão fazê-los parecer bem ao vosso lado. Se forem ricos e generosos, eles têm a ganhar se se juntarem a vocês. Embora por vezes apenas formem um laço romântico, simplesmente porque estão sozinhos, aborrecidos e querem sexo regular.

Os narcisistas parecem muitas vezes idealistas em relação ao amor porque acreditam que há uma pessoa perfeita lá fora que poderiam amar. Alguém que consegue espelhar a sua magnificência. 

Os verdadeiros narcisistas têm poucos ou nenhuns amigos a longo prazo. Têm paixões de curto prazo sobre pessoas que consideram úteis ou especiais, mas rapidamente as rejeitam quando se revelam com falhas...

Pode ser que vocês mesmo sejam um pequeno narcisista: outros podem não ter sido capazes de os corrigir, mas vocês são diferentes. Uma pesquisa divulgada este mês pela Universidade de Varsóvia na Polónia encontrou narcisistas que preferem namorar com outros narcisistas. Outra razão é o facto e que se forem um verdadeiro romântico que acredita que se amarmos alguém o suficiente, podemos mudar qualquer um. Aí talvez esteja na hora de acordar.

narc12.jpeg

O QUE É QUE UMA PESSOA PODE FAZER PARA LIDAR COM UM PARCEIRO NARCISISTA?

 

Se estiverem envolvidos numa relação de narcisismo, podem primeiro reconhecer o que escolheram e reflectir sobre os motivos inconscientes que vos podem ter levado a escolher tal parceiro. Tinham um pai egocêntrico?  Sentem-se mais confortáveis com o controlo do vosso parceiro, de modo a poder então assumir uma atitude mais passiva? Têm a sensação de que vale a pena estar apegado a alguém que está no centro das atenções? A imagem negativa de vocês próprios que eles fomentam com as suas críticas e atitudes superiores repercute-se nos vossos próprios pensamentos críticos sobre vocês mesmos? Muitas pessoas que se apaixonam por narcisistas têm problemas em torno da co-dependência. Toleram um certo número de abusos porque não se sentem suficientemente confiantes em si próprios para estabelecerem limites ou estarem por conta própria.

Compreender o vosso papel na relação narcisista é fundamental. Podem então começar a desafiarem-se a vocês próprios a mudar a vossa metade da dinâmica. Isto, por sua vez, irá desafiar o vosso parceiro a mudar o seu estilo de relacionamento. Podem reconhecer a fragilidade da auto-estima do vosso parceiro e ter compaixão pelo facto de que o seu sentido inflacionado de si, superioridade e grandiosidade é um disfarce para o lado negativo do ódio a si próprio e sentimentos de inadequação. Podem também desenvolver a vossa própria auto-confiança e auto-valorização, aprendendo a praticar a auto-compaixão. Não sejam uma vítima. Em todos os encontros, ajam de igual forma, e tratem o vosso parceiro como um igual e não como um ser superior.

 

COMO PODEM AS PESSOAS ENFRENTAR E LIDAR COM O SEU PRÓPRIO NARCISISMO?

 

Um narcisista pode desafiar e superar o seu narcisismo, reconhecendo e separando tanto as atitudes de auto-assossego, auto-grandeza e auto-afirmação da sua voz interior crítica. Um dos métodos para o fazer é através da Terapia de Voz afirma a psicóloga Kristin Neff.

Os narcisistas precisam ainda de diferenciar dos traços negativos dos seus pais ou dos seus primeiros cuidadores que ainda estão a agir nas suas vidas actuais. 

Outra forma de curar o narcisismo é fomentar a auto-compaixão e não a auto-estima. A Dra. Kristin Neff fez uma extensa pesquisa sobre auto-estima versus auto-compaixão. A diferença entre auto-estima e auto-compaixão é que a auto-estima centra-se na avaliação de si própria em relação aos outros e enfatiza a necessidade de ser especial. Enquanto a auto-compaixão se concentra em "tratar-se com bondade, reconhecer a própria humanidade partilhada, e estar atento quando se consideram aspectos negativos de si próprio". Os estudos do Dr. Neff descobriram que a auto-estima conduz a níveis mais elevados de narcisismo, mas a auto-compaixão não. A auto-compaixão combate efectivamente o narcisismo porque inclui a ideia de uma humanidade partilhada com todos os outros seres humanos, o que leva a uma maior compaixão pelos outros. A auto-compaixão também promove uma verdadeira auto-consciência, uma característica que falta a muitos narcisistas, pois promove que estejamos atentos aos nossos defeitos, o que é o primeiro passo para mudar os traços negativos em nós próprios.

 

E SE NÃO SE COMPROMETEREM COM A TERAPIA...

 

É raro o narcisista admitir que tem um problema. Afinal de contas, são perfeitos, são VOCÊS que têm o problema de não se aperceberem disso! Se acabarem por procurar ajuda, é geralmente para a queda: depressão, uso de drogas ou álcool.

A única forma de corrigir a vossa relação com um narcisista de alta pontuação é sair - rapidamente. As relações com os narcisistas são tipicamente tóxicas, pelo que cortar laços é o melhor próximo passo. O vosso parceiro pode dizer-vos que vai ser melhor ou mudar, mas Durvasula disse que é melhor cortar laços com ele assim que detectem algum dos sinais de aviso. 

Durvasula recomenda que vão a um terapeuta com experiência em lidar com narcisistas, pois podem reconhecer estes sinais de aviso e ajudar a trabalhar através da ansiedade que possam estar a sentir sobre a ruptura na relação. 

As relações com os narcisistas são caracterizadas por invalidação, negligência, engano, incoerência, desonestidade - talvez até nem todas as anteriores, mas pelo menos algumas.

Não discutam com eles sobre o motivo da vossa partida, é inútil. Não lhes dêem outra oportunidade. Bloqueiem-nos dos vossos contactos sociais e telefónicos e ignorem quaisquer tentativas que eles façam para vos reconquistar.

Depois rodeiem-se de pessoas capazes de sentir amor, empatia e afecto, para se lembrarem do que estavam a perder...e fiquem eternamente gratos por se terem esquivado à bala.

Data da publicação deste artigo - 29/03/2022

Texto: Exposer Magazine 

Fotografia: Fotólia